HANSENÍASE DIMINUI NO ESTADO DE SÃO PAULO, MAS JALES É UMA DAS CIDADES COM MAIS CASOS

Publicado originalmente no blogdo

A notícia está no Diário Oficial do Estado, desta terça-feira:

O número de novos casos de hanseníase no Estado de São Paulo diminuiu 41,5% nos últimos 10 anos, aponta levantamento da Secretaria da Saúde. Em 2001, foram detectados 3 mil casos da doença; 10 anos depois, 1.753.

O número de pessoas em tratamento também caiu. Em 2001, era de 5.378. Em 2011, o número de pacientes caiu para 2.152. Os índices basearam-se na série histórica produzida pela Divisão Técnica de Hanseníase, do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado (CVE).

A médica sanitarista Mary Lise Carvalho Marzliak, diretora da Divisão, informa que a maioria dos casos foi detectada nas cidades de Jales, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Araçatuba, Marília, Registro e Caraguatatuba.

“Essas áreas são correntes migratórias e recebem pessoas do Paraná, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, que migram para trabalhar ou tratar-se de hanseníase e contaminam os moradores”, diz a médica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: