Noroeste Paulista – Jales: Diretor da Santa Casa é acusado de erro médico e cobrança indevida

Foram quatro meses de Angústia para Vânia e a família. Em dezembro do ano passado a dona de casa teve que retirar o útero e um dos ovários. Como a cirurgia tinha que ser feita com urgência, o médico avisou que ela teria pagar, mesmo sendo atendida pelo SUS.

A família pagou R$2 mil em dinheiro mais dois cheques de R$500 reais cada. A cirurgia então foi realizada na Santa Casa de Jales. E quando tudo parecia resolvido, 20 dias depois, Vânia apresentou um quadro infecção generalizada e teve que ser internada às pressas.

O caso está sendo investigado pela polícia federal de Jales. O delegado não pode gravar entrevista porque a investigação ainda está em andamento, mas ele confirmou que houve sim cobrança indevida, porque um dos cheques foi rastreado. O médico vai responder também por estelionato qualificado já que cobrou por um serviço particular e fez o lançamento pelo SUS.

Publicado originalmente no Correio de Santa Fé

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: