Familia de vítima acusa PS de Jales de negligência

O delegado de polícia do município de Paranapuã, José Pereira (foto), segundo o Diario da Região, de São José do Rio Preto, abriu inquérito para investigar a morte de Regiane Cristiane Marques de Souza, 25 anos, ela teria sido agredida pelo irmão, R.A.M.S., 22 anos, durante uma discussão em família que ocorreu na noite do dia 25 de dezembro.
A vítima morreu no dia 1º de janeiro, na Santa Casa de Jales. A família acusa o Pronto-Socorro de Jales de negligência no atendimento à jovem. Segundo relatos de familiares, Regiane entrou em luta corporal com o irmão, foi derrubada e bateu a cabeça no chão. Ela foi conduzida ao Pronto-Socorro de Jales no dia 25, recebendo alta algumas horas depois.
Como não apresentava melhora, retornou ao OS no dia seguinte e, novamente, foi liberada. Segundo Valdir Spnell, tio da vítima, nas duas vezes em que foi encaminhada à unidade ela teria recebido medicamentos e soro, sem passar por exames clínicos.
O diretor técnico do PS, Rafael Barros de Castro, disse que a vítima deu entrada com quadro de crise convulsiva. A família teria apenas relatado ingestão de bebida alcoólica e, em momento algum, teria alertado sobre as agressões e a queda. Ainda segundo o jornal riopretense, a Secretaria Municipal de Saúde foi procurada para saber se o caso será investigado, mas ninguém foi encontrado.

O irmão da vítima estaria foragido.

Publicado originalmente na Folha do Noroeste

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: