Protesto contra projeto sobre gerência de hospitais universitários adia reunião

É grande a controvércia quanto ao PL 1749/11 assim a prudência determina que o debate deve ser ampliado e aprofundado. Seus defensores afirmam que não se trata de privatização, nem disfarçada, pois se trata de empresa pública. Os que se opõe tem visão diversa e ambas as posições apresentam pontos fortes em suas defesas.

A comissão especial criada para analisar o Projeto de Lei 1749/11, do Executivo, que cria a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), adiou para amanhã (14) a reunião para discutir e votar o parecer do relator, deputado Danilo Forte (PMDB-CE).

Privatização disfarçada
A reunião nem chegou a ser aberta porque os servidores da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores das Universidades Públicas Brasileiras (Fasubra) invadiram o Plenário 13. Eles são contra a aprovação do projeto, porque, na opinião deles, a criação de uma empresa para administrar os hospitais universitários nada mais é do que uma privatização disfarçada.

Os deputados Chico Alencar (Psol-RJ) e Alice Portugal (PCdoB-BA) querem que a reunião seja realizada no Plenário 1, o maior das comissões, para permitir a participação dos sindicalistas.

Alice Portugal disse que vai procurar convencer alguns deputados da comissão especial a votar contra o projeto. Ela pediu o empenho dos manifestantes para que pressionem os deputados.

A reunião vai ser às 14h30.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Georgia Moraes
Edição – Jaciene Alves

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: