Sonhos e Lutas na Saúde – Novo Ato da Saúde 10 de Agosto

 

“ABAIXO A BAIXARIA,

SAÚDE NÃO É MERCADORIA,

É UM DIREITO”.

Com muito barulho, com as palavras acima encerramos o ato do dia 25 de julho em frente a Secretaria Municipal de Saúde e com a notícia do adiamento do processo de privatização da nossa saúde via Parceria Público Privada (PPP) para o dia 10 de agosto. Sem dúvida uma vitória parcial.

Os lutadores da saúde saíram dispostos, empolgados e decididos a levar a luta para as ruas e chamar toda a população para lutar por um direito básico da constituição de todos os seres humanos, a saúde. Como escreveu a intelectual Lígia Bahia, o SUS em São Paulo está levando uma paulada. Mas não somente uma paulada, são várias: a primeira é do privatizador Alckmin colocando pedágios nos hospitais do SUS. Isto mesmo pedágios! Criados, com a aprovação e regulamentação de uma lei que permite 25% dos leitos públicos serem destinados de forma rápida ao os convênios e aos particulares que são os quem podem pagar.

A segunda paulada vem do demolidor Kassab. Este sabe demolir um quarteirão de serviços públicos no Itaim para o benefício da especulação imobiliária, mas para construir três hospitais prometidos em campanha, inventou a chamada Parceria Pública Privada (PPP), que transfere a construção destes hospitais (Capela do Socorro, Brasilândia e Parelheiros) para o mercado financeiro internacional. Queremos sim a construção dos hospitais, mas de forma pública e estatal, pois sabemos que eles vão cobrar muitos juros por isso, em dinheiro, mas também explorando o trabalhador recebendo uma concessão de serviços por 15 anos, gerando quarteirização dos trabalhadores e uma tripla gestão que só atende aos investidores e talvez aos interesses de campanha dos políticos envolvidos e não a qualidade do atendimento de saúde para os pacientes. Temos outras pauladas no SUS em São Paulo, como o péssimo salário dos trabalhadores que são verdadeiros heróis, a privatização com as Organizações Sociais (OS) que recebem dinheiro público, mas não oferecem um serviço de qualidade e muitas são corruptas com inúmeras irregularidades que o próprio Tribunal de Contas do Município apontou. Um exemplo de irregularidade da OS Seconci é o investimento de verba pública destinada para gestão de Unidades Básicas de Saúde no mercado financeiro.

Agora, o Fórum Popular de Saúde, que reúne trabalhadores, usuários, estudantes e movimentos sociais e também outras entidades, chama toda a população de São Paulo e também diversos setores para uma aliança ampla em defesa do SUS 100% Público, Estatal e de Qualidade e também para estarmos na rua no dia 10 de agosto para manifestar toda a indignação com estes absurdos da nossa saúde.

Venham todos para reunião de preparação e mobilização do ato, no dia 1 de agosto às 19h, na Rua Teodoro Sampaio, 305.

Sonhas e serás livre de espírito…Lutes e saras livre na vida” Che Guevara

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: