PLENÁRIA DO FÓRUM POPULAR DE SAÚDE DE SP

Convidamos todos e todas aqueles que defendem a Saúde como Direito e que discordam de que ela seja uma Mercadoria, que se opõem a sua Privatização. Para ser um Direito, a Saúde precisa ser 100% Pública e Estatal e não ser negociada abertamente no mercado tranformando-se no Lucro de uma minoria de empresários que se beneficiam da falência do sistema público.
Para compreendeer melhor os processos de Privatização, precisamos entender como se dá o Financiamento da Saúde. Convidamos o Professor Áquilas Mendes da Faculdade de Saúde Pública da USP e PUC-SP para debater conosco o tema. Além disso, a plenária vai discutir o Ato Contra a Dupla Porta do HC que ocorre no dia 16/06 e os próximos passos na Luta Contra a Privatização da Saúde.

SÁBADO DIA 18/06 ÀS 10:00h NO SINSPREV
RUA ANTONIO DE GODOY 88, 2º ANDAR
PRÓXIMO AO METRÔ SÃO BENTO


ATENÇÃO! Leia por favor! É do seu interesse!

Você, alguém da sua família ou algum conhecido já não penou para conseguir um atendimento médico?

SUS: o sofrimento de muitos gerando lucro para poucos?

Assistimos a cada dia em todo o Brasil diversas situações monstruosas na saúde. Não é estranho que após mais de 20 anos de conquista do direito à saúde a população sofra tanto com a falta de assistência? Como é possível que, em um mesmo hospital público, construído com o dinheiro de toda população, um paciente atendido pelo SUS demore por volta de um ano para conseguir fazer uma tomografia enquanto um paciente com convênio privado demora apenas uma semana para realizar o mesmo exame? Por que os trabalhadores da saúde não tem incentivo dos governos, condições adequadas de trabalho ou mesmo acesso, eles próprios, a um serviço de saúde? Tudo isso acontece porque o nosso direito à saúde está sendo vendido para grandes empresas da saúde, que lucram cada dia mais às custas do nosso sofrimento.

Como estão vendendo o nosso direito à saúde?

As formas são muitas. Os governos de Serra, Kassab e Alckmin entregaram a gestão pública para a iniciativa privada (com as chamadas “Fundações de apoio”, OSs) e o dinheiro do SUS acaba indo parar no mercado financeiro e no bolso dos gestores. Como se não bastasse, o governo estadual já aprovou uma lei que destina 25% dos serviços públicos de saúde para planos privados. O que já estava ruim vai é piorar ainda mais!

Como sofre o trabalhador da saúde com o avanço da privatização?

Os governos culpam o trabalhador público pelo mau atendimento, o que é um absurdo, pois estes vêm segurando a barra e lutando bravamente por uma saúde de qualidade mesmo com salários defasados, com muitos deles sem aumentos há mais de 10 anos e ainda com vale alimentação de apenas quatro reais (vale-coxinha). Cansados dessa situação caótica que a privatização traz, vários setores (inclusive aqui no HC) estão entrando em greve por melhores condições de trabalho e salário.

Então população de São Paulo é hora de sabermos que o governo estava nos enganando.

O a receita do governo do prefeito Kassab aumentou e ele não repassou para saúde. O governo Dilma destina apenas 3,5% do PIB para saúde e ainda corta milhões desse orçamento. O INCOR terá que devolver 50 milhões para o governo porque foi utilizado de maneira duvidosa.

Nós do Fórum Popular de Saúde somos usuários da saúde, trabalhadores, estudantes e movimentos sociais e lutamos:

– Pela valorização dos trabalhadores estaduais da saúde e também dos radiologistas, com aumento real no salário e também no vale refeição;

– Contra convênios no HC. Queremos 0% de atendimento dos convênios e particulares na estrutura pública;

-Pela revogação da lei que permite a venda de 25% dos leitos do SUS para convênios e particulares e também por um posicionamento do Governo Dilma;

– Por investimento público e estatal estrutural no Emilio Ribas para melhora do atendimento;

– FORA Organizações Sociais – Defendemos que o Supremo Tribunal Federal julgue inconstitucional as OS;

– Pelo SUS 100% Público, Estatal e de Qualidade.

Então população de São Paulo é hora de sabermos que o governo estava nos enganando.

Faça parte dessa luta!

 

AGENDA

16 de Junho – Ato contra dupla porta do HC, às 11h, concentração na Sec. Est. Saúde SP e com passeata prevista em todo o Quarteirão da Saúde

18 de Junho - Plenária do Fórum Popular de Saúde às 10h no SINSPREV-SP (com a presença do Prof. Áquilas Mendes)

9 e 10 de Julho - II Seminário Nacional da Frente Contra a Privatização da Saúde

Anúncios
1 comentário
  1. É lamentável que nossos governantes tenham tomado este rumo tão duvidoso em relção a saúde.
    Mais lamnetável é saber que foram eleitos por voto popular,e agora estão governando para entidades privadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: