Brasil Sorridente assegura a brasileiros implante e aparelho ortodôntico

O SUS já possibilita que o cidadão tenha tratamento dentário especializado de graça. Foto: Divulgação

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou que desde ontem (29/4) o SUS passou a oferecer tratamento ortodôntico e implantes dentários para a população brasileira. Os tratamentos estarão disponíveis pelo Programa Brasil Sorridente, lançado em 2004 e inserido na Estratégia Saúde da Família (ESF), e já estão autorizados nos 26 estados e no Distrito Federal.

“Esses novos tratamentos serão ofertados na medida em que os serviços forem sendo implantados nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs). As Equipes de Saúde Bucal (ESB) farão a busca e a identificação dos casos prioritários, que serão encaminhados aos CEOs para realizarem os tratamentos indicados”, diz Gilberto Pucca, coordenador de Saúde Bucal do Ministério da Saúde.

No último ano, 20,4 mil equipes foram distribuídas em 4.829 municípios com o objetivo de prestar atendimento a 25 milhões de pessoas por meio de 853 CEOs. Com a inclusão dos dois novos serviços, o governo federal pretende ampliar essa assistência bucal para mais 1,150 milhão de pessoas, que poderão ainda receber os demais tratamentos já oferecidos pelo programa como procedimentos de canal, de gengiva, cirurgias orais, exames de prevenção de câncer e intervenções estéticas.

A previsão é que a viabilização desses novos serviços gere um acréscimo de R$ 134 milhões aos R$ 710 milhões já investidos em ações bucais no ano de 2010.

Atualmente, o Brasil é considerado um país com baixa prevalência de cárie, segundo parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), e possui 1,4 milhão de crianças que completam 12 anos de idade sem nenhum dente cariado (30% a mais que em 2003).

Essa classificação emitida pela OMS consta de dados da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal (SB Brasil 2010), na qual 35% da população brasileira precisa de algum tipo de tratamento ortodôntico e ainda que, com as ações de assistência bucal já realizadas no Brasil, houve redução de 30% do número de dentes cariados, 45% de dentes perdidos por cáries.

A pesquisa ainda constatou um aumento de 70% no número de dentes tratados, entre 2003 e 2010, além do crescimento de 57% dos atendimentos odontológicos via SUS.

Fonte: blogdoplanalto.gov.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: