CGU vê irregularidade e repasse à Saúde é suspenso em Rubinéia

Elen Valereto


O Ministério da Saúde suspendeu a transferência de cerca de R$ 10 mil mensais em repasses financeiros destinados ao pagamento de profissionais que atuam na Estratégia da Saúde da Família, em Rubinéia. A decisão, divulgada ontem no Diário Oficial da União, foi resultado de irregularidades encontradas pela Controladoria-Geral da União na administração e gerenciamento das ações do programa de saúde.

A verba somente será devolvida após a regularização da situação. No Brasil, foram 280 municípios que tiveram os repasses suspensos, quatro no Estado de São Paulo. A nota do Ministério da Saúde foi publicada no início da noite de ontem. Entre as irregularidades encontradas nesses municípios estão a inexistência ou composição incompleta dos profissionais, duplicidade de cadastro de profissionais, incorreções na inserção de dados dos atendimentos e descumprimento da carga horária semanal.

O coordenador de saúde de Rubinéia, Fernando de Souza Ondei, não soube explicar o que poderia ter motivado a suspensão. “Já solicitamos à Diretoria Regional de Saúde (DRS) de Rio Preto – a qual Rubinéia pertence – pesquisas para descobrir o que pode ter acontecido.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: