Saúde Pública em São Paulo: Oito horas na fila, cinco minutos na consulta.

Publicado em 10/07/2010 por murilopohl

    O fato de apenas 24% das grávidas terem recebido algum tipo de anestesia durante o parto não é o único escândalo que emerge da pesquisa oficial sobre satisfação do usuário do SUS em São Paulo, escondida durante três meses pela Secretaria estadual de Saúde e só publicada nesta semana. Conforme o site UOL Notícias, que revelou parte do relatório na segunda-feira, em algumas unidades a espera por atendimento pode demorar oito horas e a consulta, muitas vezes, não passa de cinco minutos.

    Oito horas costuma ser o tempo de espera dos usuários, na ortopedia e no raio-x, em instituições como a Santa Casa de Santo Amaro, na zona sul paulistana. O “normal” nos postos de Atendimento Médico Ambulatorial (AMA) da Prefeitura de São Paulo é esperar cinco horas – duas por uma consulta, mais uma na fila do exame e mais duas horas pelo resultado.

    Flavio Azenha, diretor-técnico da Santa Casa, admite que a espera chega a oito horas “às vezes”. Mas argumenta que a origem do problema é a timidez dos financiamentos do SUS, “que correspondem a apenas 60% do serviço”. A Secretaria da Saúde se limitou a observar que “há problemas quando há muitos casos de emergência”.

    Entre 2003 e 2010, o Ministério da Saúde mais do que dobrou – de R$ 3,3 bilhões para R$ 6,7 bilhões – o volume anual de recursos repassados para São Paulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: